Da Sócio Estatística

a GPE

Começamos a realizar pesquisas de opinião, através da Sócio Estatística, em 1990. Em 1992, fomos o único instituto de pesquisa a prever o resultado eleitoral de Itabuna, cidade-sede, apontando a vitória de Geraldo Simões, do PT, para prefeito, quando os demais institutos apontavam ou Ubaldo Dantas, do PMDB, ou José Oduque Teixeira, então do PFL.

Desde então, a Sócio Estatística vem merecendo a confiança da comunidade local, dos clientes e de parte expressiva das regiões Sul, Sudoeste e Extremo-Oeste do estado da Bahia.

Name, Title

Recentemente foi criada a empresa Gasparetto Pesquisas e Estatísticas - GPE, com sede em Salvador, com o objetivo de complementar a ação, abarcando todo o estado da Bahia.

 

Na eleição municipal de 2012, fomos novamente o único instituto a prever a vitória de Vane, contra as candidaturas de Jussara Feitosa, do PT, e do então prefeito José Azevedo, do DEM. Blog Pimenta na Moqueca, dias antes daquela eleição, faz matéria apontando uma tríplice e discrepante publicação de resultados eleitorais, todos registrados e com resultados desencontrados. 

Destaques do nosso trabalho
30 anos de mercado

1992 e 2012

Fomos o único instituto de pesquisa a prever o resultado eleitoral de Itabuna

POLÍTICA DE PESQUISAS

O instituto de pesquisas de pesquisas de mercado e de opinião GPE, assim como a Sócio Estatística, desde sua fundação, no início dos anos 90, assumiu e vem mantendo algumas posições:

 

a) Realiza pesquisas de mercado e de opinião e mantém na pesquisa seu foco de atuação. Não realiza atividades de assessoria, atribuições e competências concernentes a outros profissionais, especialmente ligados a agências de propaganda e empresas de consultoria.

 

b) Não possui contratos de exclusividade. Contudo, caso a realização de uma pesquisa possa resultar em prejuízo a cliente regular, não atenderá a um segundo cliente, especialmente em períodos sensíveis, como períodos próximos de uma eleição, em se tratando de pesquisas político-eleitorais.

 

c) Mantém o anonimato de todos os entrevistados. Nenhum dado é utilizado de forma individualizado, mas apenas como agregado.

 

d) Observa o código de ética das empresas de pesquisas de mercado e não realizará questionamentos que possam colocar em risco a integridade dos pesquisadores e/ou ofender valores do presente patamar civilizacional.

 

e) O compromisso do instituto foi e continua sendo em primeiro lugar com a verdade que capta em suas pesquisas.